Parque-da-Juventude-06_principal

Parque da Juventude

O Parque da Juventude é o resultado de um longo processo que se iniciou em 1999 com um concurso de projetos para transformação do Complexo do Carandiru (maior complexo penitenciário da América Latina, superlotado e palco de inúmeras tragédias), em um espaço público para a comunidade com a criação de um grande parque, com edifícios institucionais e equipamentos de lazer.
A proposta da aflalo/gasperini, vencedora desse concurso, incluía a remodelação de dois conjuntos de edifícios existentes nas extremidades da gleba, ligados por um parque com momentos distintos, sendo um composto por quadras e equipamentos esportivos e outro voltado ao lazer passivo e à contemplação.
Os edíficios originais que não foram demolidos foram transformados em escolas técnicas e um novo edifício horizontal recebeu a Biblioteca de São Paulo, projeto-piloto para as novas bibliotecas do Estado. A proposta buscou tirar partido da
Estação Carandiru do metrô, vizinha do conjunto, por conferir uma condição ímpar para um equipamento urbano desse porte.
O resultado é um conjunto de grande impacto transformador do entorno e um equipamento que foi apropriado pela comunidade em escala metropolitana.

  • Local: São Paulo, SP
  • Projeto: 1999
  • Área do terreno: 240.000 m²
  • Área construída: 34.360 m²
  • Pavimentos: 4
  • Altura total: 25 m
  • Tipo: Institucional

Veja também